Reserve seu

Apto

Os naufrágios em Bombinhas

  • admin
  • 30 de agosto de 2017
  • 3 Comment

Bombinhas fica localizada em uma península no centro-norte de Santa Catarina. Um dos principais diferenciais da cidade é a presença de várias pequenas e grandes ilhas no seu entorno. Áreas totalmente preservadas e de uma beleza indescritível.

Mas há um outro lado dessa história. Especialmente entre as décadas de 1910 e 1960, essas pequenas ilhas foram as grandes responsáveis por naufrágios de navios cargueiros. O Navio Lily e o Navio Orion foram os mais importantes deles.

Além da paisagem natural incrível e águas extremamente cristalinas, os naufrágios despertaram a curiosidade de mergulhadores. A exploração dessas áreas se tornou muito comum por turistas e visitantes da cidade.

Conheça hoje um pouco da história e curiosidades sobre esses naufrágios.

Naufrágios em Bombinhas: Navio Lily

O naufrágio do navio Lily foi o mais expressivo da história de Bombinhas. Em 1957, carregando 1200 toneladas de carga, avaliada em nove milhões de cruzeiros, o navio afundou na costa bombinense. O cargueiro, que fazia a rota Santa Catarina/Rio de Janeiro, acabou se chocando contra a Ilha das Galés devido a um forte nevoeiro. Os tripulantes foram resgatados antes do naufrágio.

Ilha Deserta (Foto: Mário Luiz Martins)

Na época, pescadores das proximidades foram até o local para entender o que aconteceu e procurar itens de valor. Até hoje, encontra-se nas casas dos pescadores mais antigos pertences desse naufrágio.

 

Naufrágios em Bombinhas: Navio Orion

O navio Orion saiu de Florianópolis e tinha o Porto de Itajaí como destino. O que não estava nos planos é encontrar as rochas que hoje conhecemos como Ilha do Calhau de São Pedro. Após o choque, o navio movido a vapor teve a sala de máquinas comprometida e começou a afundar lentamente. Seu capitão tentou conduzir a embarcação até a Ilha do Macuco, mas o motor não teve força o suficiente.

Ilha do Calhau de São Pedro (Foto: Mário Luiz Martins)

Este é provavelmente o naufrágio mais antigo do Vale do Itajaí. Ocorreu em agosto de 1915.

 

Dicas de mergulho em Bombinhas

Ambos os naufrágios foram muito explorados por mergulhadores locais e visitantes, mas hoje já não é mais possível acessá-los. O principal motivo é o desgaste dos navios, que pode comprometer a segurança dos exploradores. Além disso, o local do naufrágio do navio Lily hoje se encontra em área fechada da Reserva Biológica Natural do Arvoredo, enquanto o navio Orion perdeu a maior parte da sua visibilidade gerada pelas águas do Rio Tijucas.

Mesmo assim, Bombinhas ainda conta com muitas opções de mergulho, incluindo as próprias ilhas protagonistas dos acidentes.

 

Venha para Bombinhas e aproveite os melhores passeios que a cidade pode oferecer. Faça uma reserva na Vila do Farol e tenha isso tudo com a maior comodidade.

 

Referência: Descobrindo Bombinhas, Prefeitura Municipal de Bombinhas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *